Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

O que tenho aprendido aos 31,

Imagem
A gente cresce. Em primeiro lugar a gente cresce. Parece óbvio, mas às vezes pode não ser. Ainda me enxergo tendo reações ou atitudes de quando eu tinha uns 15 anos, ou mesmo uns 10 anos de idade. É normal? Pode ser. Digo, não no sentido de sublimar a necessidade do amadurecer por detrás de atitudes infantis, e sim, no aprendizado de comportamentos que não devem, bem como, não valem mais a pena serem repetidos. A vida pede responsabilidade. Essa palavra que vem com um peso junto. Não é tão grave assim. Também é normal. Meu pai vive repetindo "pra quem não quer viver, basta morrer". E o ponto é esse. Viver também é uma escolha, tem escolhas. Consequências, na verdade. Em tudo. Isso não é ruim. Só existe. O choque de realidade gera o crescimento. Interno principalmente. E caramba. Quando a gente se olha e vê alguma evolução no pensar, no sentir, ao se olhar, ao olhar o outro. Visão de mundo. Isso é tão bom! Não tou falando de olhar as tragédias do mundo, e "UAU, agora ten…