Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

De luz.

Imagem
à noite o vazio preenche a cidade


Propagando sentimentos.

Imagem
Garanta já seu carinho via e-mail.
Ouça as melhores declarações de amor ao pé do ouvido, do telefone.
Seu prazer em sms.
Ponte aérea do amor via facebook - orkut - msn em apenas um clique!


Amores distantes. Amores de instantes.

De sossegar.

Imagem
apesar de o mar não ser os seus olhos
não é difícil vê-lo neles paciente, calmo, águas tranquilas
você é luz, é raio, estrela e luar mas podia ser... você é luz, é noite, estrela e o mar (e o mar, e o amar)
eu aprendi agora, há uns minutos atrás, com você que tem coisas que ficam no subliminar ou seria: tem coisas que ficam só no meu subliminar?
você é sincero, é simples é perceptível suas vontades, estão nos gestos 
até o jeito de dizer que é hora de ir, os pés orientando por qual direção seguir,  sem precisar falar nada
a gente tem que ter cuidado com o que deseja, sabe porque a gente pode ter  e não saber o que fazer com esses desejos realizados
o especial me calou na minha visão romântica da vida, poderia passar horas olhando horizonte ao seu lado, analisando-o
mas isso é pouco sabe,  pouco pra minha curta vida e pouco pra sua larga vida
os anos são diferentes, até aproximam,  mas afastam também
me ensina, que te ensino,  gosto de levar algo de você em cada abraço
te desejo felicidade, mesmo sabendo que …

De desalinho.

Imagem
[Não deu. É, não deu. Mas não foi porque a gente não quis. Foi porque a gente quis de formas diferentes. E quando a gente se desalinha,
fica mais fácil se descosturar um do outro.]



É, a gente se quis, a gente se desejou, a gente se amou, mesmo que por segundos sentidos.
A gente parou no tempo, a gente ouviu um ao outro, a gente planejou, a gente sonhou, a gente criou saudades, mesmo que temporárias.
Aí o tempo veio e mostrou que era necessário ser mais que querer, era preciso estar em equilíbrio, e aí a gente se desequilibrou.
As horas já não eram mais as mesmas, nem os dias, nem as músicas, nem as palavras.
O mesmo tempo que nos aproximou em fração de segundos, fez eterno em mim a nossa despedida, a sua despedida, esse tal desquerer.