dessa tua delicadeza,



deixa eu 
te fantasiar 
poesia
palavra
vestida
do tu
derramado
de vontade
que sai
de tua 
boca

que 
foge 
por entre 
teus dedos
e revelam
sete cordas
que cantam

deixa vir
a calmaria 
essa
que ressoa agora
em meus ouvidos

essa
que faz dançar 
a imaginação
canção
composição
de ti
que já
a
guardo

enquanto
eu 
por ti 
en
canto.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De reciprocidade

mensal

a arte de cozinhar,